sábado, 27 de setembro de 2014

Spello

É uma comuna italiana da região da Umbria, província de Perugia, com cerca de 8.307 habitantes. Estende-se por uma área de 61 km², tendo uma densidade populacional de 136 hab/km². Faz fronteira com Assisi, Bevagna, Cannara, Foligno, Valtopina.

Veja também: Portofino na Itália

Fonte:wikipedia

quarta-feira, 24 de setembro de 2014

Castelo Trakai - Lituânia

Trakai Castle, ou a Trakai Ilha Castelo, é talvez o destino turístico mais famoso do pequeno país europeu da Lituânia. O castelo deve o seu nome da pequena cidade que tem o mesmo nome. Trakai está localizado a apenas 20 quilômetros a oeste de Vilnius, que é a capital da Lituânia.
Em estilo gótico-romano sede do poder lituano. O castelo sofreu diversos ataques ao longo da história e foi por diversas vezes também reconstruído. A última vez ocorreu no século XX quando a moderna Lituânia levantou fundos para a maior revitalização histórica já feita no país.


Ilha Corfu, Pontikonisi, Grécia

É uma ilha grega do mar Jônico situada na costa da Albânia, de que é separada por estreitos variando em comprimento de 3 a 23 km, incluindo um perto de Butrint e outro perto de Tesprócia.
A ilha é uma unidade regional da Grécia, pertencente a região das Ilhas Jônicas. Sua capital é a cidade de Corfu (ou Kerkyra em grego), a principal cidade da ilha, onde está a universidade Universidade Jônica.

Veja também: Caverna Melissani - Lago Melissani - Ilha de Kefalonia na Grécia

Fonte: wikipedia

sábado, 20 de setembro de 2014

Bruges - Bélgica

É uma cidade belga, capital da província de Flandres Ocidental, na região de Flandres.Tem cerca de 117 mil habitantes. Foi a capital europeia da cultura em 2002, juntamente com a cidade espanhola de Salamanca.
Bruges é chamada de "Veneza do Norte", por causa de seus inúmeros canais que a cercam ou a atravessam, mas também a ligam principalmente com a cidade de Gante.

Diversos passeios de barco são propostos aos turistas, alguns dos quais permitindo chegar às cidades vizinhas. A cidade apresenta ainda as ruínas de uma fortaleza, bem como moinhos às margens dos canais.


Fonte: wikipedia

sexta-feira, 19 de setembro de 2014

Castelo de Azay-le-Rideau - França

O Castelo de Azay-le-Rideau (Château d'Azay-le-Rideau em francês) é um palácio da França localizado na comuna de Azay-le-Rideau, no departamento de Indre-et-Loire. 


Foi construído entre 1518 e 1527, sendo um exemplo do Renascimento francês. Edificado sobre uma pequena ilha do rio Indre, a sua estrutura eleva-se diretamente a partir do rio.

Gilles Berthelot, o tesoureiro estatal de Francisco I e alcalde de Tours, começou a construir neste sítio já fortificado, que era parte da herança da sua esposa. No entanto, foi ela, Philippe Lesbahy, quem dirigiu o curso dos trabalhos, incluindo a ideia nova de uma escadaria central (escalier d'honneur), que é a maior inovação de Azay. 


Em 1528, quando Berthelot foi suspeito de conivência numa fraude, teve que fugir de Azay-le-Rideau, deixando-o incompleto; nunca voltaria a ver o palácio. Em troca, o Rei confiscou a propriedade e deu-a como recompensa a um dos seus soldados de alta patente.

No decorrer dos séculos, o palácio mudou várias vezes de mãos, até princípios do século XX, quando foi adquirido pelo governo francês e restaurado. O interior foi completamente restaurado, contando com uma coleção de várias peças do Renascimento. Atualmente, o palácio está aberto ao público.


Veja também: Castelo de Maintenon - França


Fonte: Wikipedia

quinta-feira, 18 de setembro de 2014

Sicília - Itália

É uma região autônoma com estatuto especial da Itália meridional com 25 710 km² e 5,1 milhões de habitantes, cuja capital é Palermo. É completamente circundada pelo mar Mediterrâneo, sendo sua maior ilha em extensão e população.
Esta região, reconhecida unanimemente uma das mais completas e fascinantes de toda a Itália, é visitada anualmente por milhões de pessoas provenientes de todas as partes do mundo. O turismo é uma atividade em crescimento, favorecida pela presença sobre o território de numerosos sítios arqueológicos e de belezas naturais.

Veja também: Portofino na Itália

Fonte: wikipedia

segunda-feira, 15 de setembro de 2014

Templo Zen-budista Kinkaku-ji - Kioto - Japão

O templo Zen-budista Kinkaku-ji, conhecido como Pavilhão Dourado, está na beira de um lago e coberto com uma película de ouro.


Um pequeno e singelo templo budista defronte a uma tímida lagoa, tendo ao fundo um amplo bosque, é o símbolo de Kyoto e uma das imagens mais reconhecidas do Japão. 

Tudo por conta de suas estruturas de madeira folheadas a ouro. 

O Shokokuji, nome oficial do Kinkakuji, o Templo do Pavilhão Dourado, foi construído em 1397 pelo poderoso xogum Yoshimitsu Ashikaga como uma vila de descanso, este seria transformado em templo após a sua morte. 

Sua delicada beleza sempre atraiu muitos turistas de dentro e fora do Japão. Em 1950, um aprendiz de monge obcecado com as formas do Pavilhão de Ouro ateou fogo às suas estruturas, destruindo-as completamente. O edifício atual data de 1955. Essa história é narrada, com tons ficcionais, pelo não menos atormentado escritor e poeta Yukio Mishima.

O Kinkakuji encontra-se em meio a jardins e bosques do templo zen-budista Rokuonji, na parte norte da cidade. O passeio é bastante agradável, em qualquer época do ano, mas não é possível entrar no pavilhão dourado propriamente dito.


Veja também: Templos no Japão 

 

Fonte: viajeaqui


sábado, 13 de setembro de 2014

Arco-íris duplo

Algumas vezes, um segundo arco-íris é visto fora do arco-íris principal, ele é devido a uma dupla reflexão da luz do sol nas gotas de chuva. Devido à reflexão extra, as cores do arco são invertidas quando comparadas com o arco-íris principal. 
A região entre o arco-íris primário e secundário é denominada banda de Alexandre. Existem também os arco-íris geminados ou gêmeos e os supranumerários, que são fenômenos muito raros. O arco-íris geminado aparece como dois arco-íris que se separaram de uma única base. As cores no segundo arco, ao invés de reverterem como em um arco-íris duplo, aparecem na mesma ordem do arco-íris primário. 


Fonte: wikipedia

terça-feira, 9 de setembro de 2014

Escíatos

É uma ilha do arquipélago das Espórades, na Grécia. Situada preto de Escópelos, Escíatos é a ilha mais ocidental do grupo. A parte continental da Grécia e a Magnésia estão a oeste.
A ilha conta com a cidade de Escíatos e as comunidades de Koukounaries, Canapitsa, Vromolimnos e Trúlos. A cidade de Escíatos é um porto que alberga pequenas embarcações e serviços de ferry-boat que a ligam a Escópelos, Volos, Agios Konstantinos e ao resto da Grécia.

O município (dimos) de Escíatos inclui as ilhas de Tsúgria e Repio, e tem uma área total de 49,898 km². As suas cidades maiores são Escíatos, Xánemos, Calívia, Trúlos, e Koukounariés. O escritor Alexandros Papadiamantis residiu na ilha.


Fonte: wikipedia

sábado, 6 de setembro de 2014

Hallstatt - Salzkammergut - Áustria

Hallstatt é uma aldeia em Salzkammergut, Alta Áustria, região da Áustria.


Hallstatt só tem uma rua principal que cruza a cidade inteira, cercada por um lindo lago. Isso tudo na Áustria.

Está localizada perto do lago Hallstätter See. No censo de 2001 tinha 946 habitantes. Alexander Scheutz é prefeito de Hallstatt desde 2009.1

Hallstatt é historicamente conhecida pela sua produção de sal a partir das minas locais.

A localidade deu o seu nome à cultura da Idade do Ferro denominada Cultura de Hallstatt.

Em 1997 foi declarada Património da Humanidade pela UNESCO no conjunto denominado Paisagem Cultural de Hallstatt-Dachstein, Salzkammergut. É uma grande atração turística da Áustria pela paisagem natural e construída.


Veja também: Hallstatt - Áustria


Fonte: wikipedia

segunda-feira, 1 de setembro de 2014

Palácio Nacional da Pena - Sintra - Portugal

O Palácio Nacional da Pena, popularmente referido apenas por Palácio da Pena ou Castelo da Pena, localiza-se na vila de Sintra, freguesia de São Pedro de Penaferrim, concelho de Sintra, no distrito de Lisboa, em Portugal.
Quase todo o Palácio assenta em enormes rochedos, e a mistura de estilos que ostenta (neogótico, neomanuelino, neo-islâmico, neo-renascentista, com outras sugestões artísticas como a indiana) é verdadeiramente intencional, na medida em que a mentalidade romântica do século XIX dedicava um fascínio invulgar ao exotismo.


Estruturalmente o Palácio da Pena divide-se em quatro áreas principais:


A couraça e muralhas envolventes (que serviram para consolidar a implantação da construção), com duas portas, uma das quais provida de ponte levadiça;


O corpo, restaurado na íntegra, do Convento antigo, ligeiramente em ângulo, no topo da colina, completamente ameado e com a Torre do Relógio;


O Pátio dos Arcos frente à capela, com a sua parede de arcos mouriscos;


A zona palaciana propriamente dita com o seu baluarte cilíndrico de grande porte, com um interior decorado em estilo cathédrale, segundo preceitos em voga e motivando intervenções decorativas importantes ao nível do mobiliário e ornamentação em geral.

Representa uma das melhores expressões do Romantismo arquitectónico do século XIX no mundo, constituindo-se no primeiro palácio nesse estilo na Europa, erguido cerca de 30 anos antes do carismático Castelo de Neuschwanstein, na Baviera. 


Em 7 de Julho de 2007 foi eleito como uma das Sete maravilhas de Portugal.


Veja também: Palácio Peterhof - São Petersburgo - Russia



 

Fonte: Wikipédia

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...